terça-feira, 22 de julho de 2008

Qual sera que foi o motivo?

Mariana e Fernandinho se conheceram em um show. Ela estava substituindo uma amiga que tinha ficado doente e implorou pra ela curtir muito ja que nao poderia.
Foi mais pela amiga do que pela vontade, mas se animou depois de descobrir que se nao fosse ficaria em casa deitada no sofa assistindo Zorra Total. Achou que isso era fim de carreira e colocou seu melhor sorriso no rosto e saiu de casa.
Fernandinho estava com sua namorada Mariane no dia, mas por alguma razao Mariana e ele nao conseguiam parar de trocar olhares. Mariane, claro, nao percebeu nada afinal sua banda favorita estava no palco dando seu melhor.
O show teve um intervalo e Mariane decidiu ir ao banheiro (pessima ideia) e pediu pra Fernandinho nao se mover pois nao queria perder seu lugar. Mariana conversava animadamente com um grupinho ao seu lado quando sentiu alguem dando um tapinha amigavel em suas costas.
Virou-se e la estava Fernandinho, pronto para entregar seu numero de telefone.
Mariana nem conseguiu mais aproveitar o show direito. Ficou pensando que loucura toda era aquela que estava acontecendo.
Chegou em casa e a primeira coisa que pensou foi em jogar o papel no lixo. Pensou, pensou e jogou. Um minuto depois voltou e o pegou de volta.
No dia seguinte ligou para sua amiga contando a historia. A amiga nao sabia nem o que dizer da historia, mas seu conselho foi direto e claro:
"Ih amiga, esquece que e furada! Voce e linda e ta cheio de caras solteiros por ai."
Mariana prontamente concordou e decidiu que tiraria aqueles pensamentos de sua cabeca linda e inteligente.
Teve um dia corrido na segunda, uma noite agitada na terca e quando foi perceber ja era Quarta-Feira a tarde. Chegou da academia e tomou um banho maravilhoso. Deitou em sua cama e quando foi pegar seu livro de cabeceira, seu amigo "papelzinho" deu as caras.
Pensou novamente no assunto e decidiu ligar. Pensou que nem era pra estar no show aquele dia e que isso so poderia ser destino, aviso e todas essas coisas esotericas que existem por ai.
Ligou e sentiu seu coracao pulsar ao ouvir a voz encatadora de Fernandinho.
Os dois marcaram um encontro e deram entao inicio ao famoso "affair" que ja ouvimos tanto falar. No inicio se encontravam uma vez por semana, depois duas porque descobriram que trabalhavam em locais proximos.
A frequencia foi aumentando e em certo momento se encontravam 3 vezes por semana no horario de almoco (apenas pra conversarem) e 2 vezes por semana para... bom voces sabem, afinal isso e um affair.
Mariane (ainda lembram dela?) nunca percebeu nada porque para a felicidade de Fernandinho elas tinham praticamente o mesmo nome e ambas atendiam por Mari.
Mariana, comecou a conhecer a vida de Fernandinho e comecou a ficar dificil nao se apaixonar, mas como toda amante que se preze nunca pensou em pedir pra ele larga-la ou sequer mencionou qualquer coisa negativa a respeito de Mariane.
Sua amiga continuava dizendo: "Ai ai ai. Isso ai nao vai dar certo, mas se voce insiste so me resta lhe desejar boa sorte".
Ela tentava lutar contra o sentimento, sabia que estava errada. Prometia todas noites a si mesma que no almoco seguinte colocaria um ponto final, mas Fernandinho sempre se mostrava interessante.
Ele era um cara de garra que lutava pelo que queria. Nunca teve nada facil e suas historias sempre a surpreendiam. Alem de tudo isso, era lindo e os dois tinham uma quimica incrivel na cama. Pra ela isso superava qualquer defeito, afinal, seus ultimos "romances" nao estavam sendo la "calientes".
Um dia Mariane foi viajar e Fernandinho achou que era a hora de mostrar a Mariana um pouco mais de si. Sabia que sua casa era simples, mas que la ela poderia ver varias coisas e objetos que contavam um pouco mais sobre ele.
Fernandinho talvez estivesse ate considerando terminar com Mariane, ja que tudo com Mariana estava indo tao bem.
Mariana era super cabeca e nunca se importou por ele nao ser dono de um poco de petroleo. Quando chegou nem achou tao ruim assim. Esperava por coisa bem pior! Estavam passando pela garagem quando Mariana tropecou em uma barra de ferro. Fernando mirou a barra e comecou a rir.
Mariana obviamente quis saber se ele ria porque ela tinha quase caido. Ele disse que nao e decidiu contar a historia da tal barra de ferro.
Mariana lembra de suas palavras ate hoje.
"Sabe essa barra? Uma vez eu e Mari estavamos aqui e passou um filhote de rato. Ela nao pensou duas vezes e o matou com um golpe certo e ESMAGADOR na cabeca!"
Depois daquele dia Mariana nunca mais ligou pra Fernandinho e ate hoje ele se pergunta se ela ficou com medo do rato ou da reacao que Mariane teria se um dia descobrisse o "affair" deles afinal precisa ser muito mulher pra matar um rato com um golpe desses.
Talvez tenha sido pelos dois. Talvez tenha sido para o bem deles. Depois de tanta sacanagem Fernandinho so conseguia pensar que so uma namorada como a sua nunca o deixaria nos momentos de dificuldade e que nao merecia nada do que ele tinha feito.
Mariana? Bem, Mariana decidiu ouvir o conselho de sua amiga e decidiu que agora so se aventura com os solteiros. Nao quer tomar paulada, cadeirada e derivados das namoradas que existem por ai e nunca teria coragem de matar uma barata, quanto mais um rato?!
:)

6 comentários:

O Sábio Niestévisky disse...

Belo texto, realmente.

Viviane disse...

Otimo texto amiga!

Cori disse...

Hummm, eu tenho algumas opinioes sobre esse texto, sei la, sou meio cetica quanto a pessoa descobrir que ama depois que perde (pra mim isso e' orgulho ferido) ou que depois de pintar e bordar descobre que a pessoa ao seu lado e' tudo e mais um pouco.
O amor para mim e' algo inexplicavel, que se te faz sofrer nao e' amor, que te traz paz de espirito e todas aquelas coisas biitas que a gente ja sabe.
Mas e' isso ai, nao estou muito para filosofar hoje...rssr

Bjus e tks for the b-day wishes!

Bela Au pair disse...

Oie,

Fiquei tao curiosa com esta historia ...pensei que ia acabar em tragedia. MAs este negocio do Fernandinho eu nao gostei nao!

Bjs

Gabs disse...

Dressa!!!
Realmente muito bom o texto!!
Eu no lugar dela tbm ia ter medo de uma mulher q tem coragem de matar ratos!!!
Beijocas

thaeasy disse...

Eu acho que talvez não tenha sido nenhum desses motivos que fizeram a Mariana desistir do caso todo.

Acho que, talvez, ao perceber tamanho o riso do Fernandinho com uma memória tão simples com a outra Mari, ela se deu conta da burrada que estava fazendo. E ficou com - não sei, talvez - medo de, posteriormente, se sentir culpada pelo (possível) fim de uma relação assim.

Isso se ela for uma pessoa, no mínimo, consciente.

Dunno, só minha opinião.
Btw, da próxima vez não use diminutivos nos nomes, fica feio, sei lá, parece redação de primária onde os personagens sempre são Joãozinhos e Mariazinhas, mas.. anyway, só minha opinião again ;P

Beijo, Nina :*